Pescaria em alto mar ou na praia: 3 iscas naturais que você precisa conhecer

Confira as dicas para melhorar a sua pescaria em água salgada

Por Victória Netto - 25/10/2019 em Notícias / Clube Fish TV

Existe uma imensa variedade de iscas naturais para pescar em água salgada. Mas a mesma diversidade que aumenta as possibilidades de pesca também deixa muitas dúvidas com relação a quais iscas são mais indicadas.

A verdade é que não há “a melhor” isca, já que isso varia de acordo com a praia e com as espécies-alvo. O que existe são iscas naturais realmente muito versáteis, e é sobre elas que vamos falar aqui. São três dicas de iscas que qualquer pescador tem ao alcance! Então, bora conferir?


Camarão



O camarão é uma das iscas favoritas dos pescadores de água salgada porque funciona muito bem para a grande maioria das espécies de peixes. Os mais usados são o camarão ferrinho, o camarão sete barbas e o camarão branco. 

Para pescar com camarões, você vai precisar tomar algumas precauções para garantir que a isca fique intacta e mais estruturada. Por isso é importante lembrar de manter os camarões congelados, tirando-os do congelamento na medida em que for pescando. 

E para manter a isca conservada, segue uma dica muito eficiente: lave-a com água do mar e coloque-a em pequenos recipientes para o armazenamento. Assim, suas iscas estarão prontas para ir ao congelador e para a sua pescaria!


Sardinha



Se você não tem muito tempo para preparar a isca, a sardinha é uma excelente pedida. Isso porque além de ser muito atrativa para uma grande variedade de peixes, ela é facilmente encontrada para comprar.

E na hora da pescaria, a sardinha pode ser iscada de diversas formas. Por ser de fácil manuseio, muitos pescadores preferem usar somente partes do peixe: a cabeça e rabo são as mais comuns, mas há quem prefira utilizar a sardinha inteira, para trazer sorte.

Para iscar, a dica é cortar um filé inteiro de cada lado e fazer pequenos cortes transversais, de modo que esse grande filé se converta em filés menores, que serão colocados no anzol.


Corrupto


Para muitos pescadores de água salgada, o corrupto é uma das iscas favoritas. Um tipo de parente distante do camarão, esse crustáceo costuma viver em praias rasas de areia fina, entocado na beira do mar, nas profundezas ou camuflado nos manguezais.

Normalmente, o corrupto é iscado inteiro ou em forma de “bolsinha”. Preso ao anzol, é atrativo para todos os tipos de peixe: camurim, robalo, carapeba, pampo e o que mais vier pela frente. Assim, o trabalho que o pescador tem para capturar esse crustáceo vale a pena! 

E a verdade é que, com técnica, a tarefa vai ficando mais fácil. Por isso, a dica é ir em busca desse pequeno crustáceo durante a maré baixa, sempre com o auxílio de uma bomba de sucção confeccionada em PVC.

E para conservá-los, uma dica é colocar eles dentro de um recipiente com um pouco de sal grosso, completando com a própria água do mar e, em seguida, levando ao congelador.


Agora que você já sabe em quais iscas apostar para a sua pescaria em água salgada, já pode ir preparando sua próxima aventura! E se você quiser mais dicas sobre pescaria de praia, o Clube Fish TV tem playlists específicas com dicas rápidas de praia e costeira.

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS