Zinho Sorocabano participa de torneio no Amapá para fomentar a pesca esportiva no estado

Para as gravações de Remos e Rumos, apresentador visitou o norte do país propagando o esporte. Assunto foi citado na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Por Marcelo Telles - 17/12/2021 em Notícias / Geral

Propagar a pesca esportiva é uma 'obrigação' que todos os apaixonados por esse esporte fazem com todo o prazer! O crescimento do pesque e solte nos traz a certeza de que mais e mais pescarias serão realizadas.

Com mais pesca esportiva, mais soltura de peixes vivos teremos e, assim, mais pescadores poderão voltar até aquele local e praticar suas técnicas de pesca para capturar os maiores exemplares.

E é com esse pensamento que grandes pescadores continuam com um trabalho incessante para que essa semente seja plantada na cabeça de todos.

Por exemplo, Zinho Sorocabano, apresentador do programa Remos e Rumos da Fish TV, já é conhecido por rodar o país, apresentando todas os benefícios que essa prática de pesca tem.

No final do último mês, Zinho foi o convidado especial do torneio Rei do Rio, o primeiro mega torneio de pesca esportiva do estado do Amapá, realizado na cidade de Porto Grande.


O apresentador gravou o Remos e Rumos no evento e fez uma forte campanha na região, passando por lojas de pesca, dando palestras e debatendo o assunto com o secretário de turismo do Amapá. Zinho levantou a bandeira da pesca esportiva e comentou sobre o trabalho realizado pela Fish TV, bem como as parcerias para fomentar o esporte.

O apresentador ainda falou sobre a importância de trazer novos mercados, novas possibilidades e novas regiões do país para esse esporte que tanto defendemos, como o Amapá, que recebeu, pela primeira vez, um programa de pesca esportiva.

"Novos destinos de pesca ajudam a fomentar, ainda mais, a pesca esportiva. Assim, valorizamos nosso esporte e a região que estamos indo visitar. Eles ficaram bem felizes com a nossa ida para lá, nossa postura em atender todo mundo... A galera já conhece bastante o programa por lá, foi uma visita muito positiva! Já me convidaram para voltar em 2022", disse Zinho.

Para o apresentador, participar de eventos assim acaba trazendo uma nova experiência, conhecendo um lugar inexplorado na pesca esportiva e levando sua vivência para dentro do estado.


Zinho ainda destaca o fato da região ser amazônica. Como muitas pessoas ligam, apenas, região amazônica com Amazonas, acabam por esquecer que outros estados próximos são tão ricos quanto.

"É o que acontece por lá. É uma região muito preservada, rios muito preservados... Seria muito fácil falar apenas de peixes, por ser um local com potencial de pesca enorme, mas tem muito mais coisas envolvidas, como a parte econômica e o povo extremamente hospitaleiro e acolhedor. Para mim, isso já mostra em pelo menos 70% que o estado está pronto para se tornar forte no turismo de pesca esportiva", concluiu Sorocabano.

A pauta que mostra aos moradores locais a importância do peixe vivo, incentivando o pesque e solte, é tão importante que foi levada para a câmara dos deputados. Lá, o organizador do torneio falou sobre o esporte no Amapá e a importância de incentivá-lo.


Conversamos com William Rocha, o organizador e idealizador do torneio Rei do Rio, que comentou sobre a audiência pública em Brasília, sobre o evento e a respeito da participação de Zinho Sorocabano.

William é representante comercial e tinha uma vida bastante corrida. Pensando em dar um tempo na correria, surgiu a ideia de organizar um grande torneio de pesca esportiva. Isso acabou resultando em uma rotina ainda mais corrida, mas com muita satisfação em defender a esportividade na pesca.

No primeiro evento, William pediu para que Zinho gravasse um vídeo de apoio. Já na edição de 2021, o Rei do Rio pôde contar com a presença do Sorocabano, o que encheu de orgulho os organizadores.

"A presença do Zinho engrandeceu muito o evento. A gente já era fã e agora viramos amigos! Eu sou caiaqueiro e surgiu a ideia de realizar um torneio para, principalmente, fomentar a pesca esportiva no estado. Fiz muitas amizades e conseguimos realizar o Rei do Rio", comentou o idealizador.

William também abordou um fato interessante: o Amapá é um estado com 95% de área preservada e, apesar disso, não se ouvia falar muito em pesca esportiva.

Segundo o organizador, muitos praticam, mas nem sempre é divulgado. Com esse torneio e a presença de fortes nomes, como o de Zinho, mais e mais pescadores podem começar a pescar e a soltar.

A ideia de William é lançar o circuito amapaense de pesca esportiva, contemplando torneios em outras cidades, tendo campeonatos anuais e tudo que possa enaltecer o esporte.

"Queremos mostrar para todos os estados o nosso trabalho e servir de exemplo! Fizemos algo muito profissional e gostaríamos que outros locais, propícios para a pesca esportiva e que ainda não possuem muitos adeptos, comecem a ter o mesmo pensamento", completou.


Já Adriana Santana Rodrigues, diretora de desenvolvimento do estado do Amapá, em conversa com a nossa equipe, disse que a ida de Zinho ao evento significou uma grande abertura, em mídia nacional, do potencial de pesca esportiva no estado. 

Segundo Adriana, na retomada do turismo, é extremamente importante divulgar a pesca esportiva, por ser uma atividade de turismo sustentável e rentável, já que a pesca amapaense acontece o ano inteiro.

Com os olhos de todo o planeta voltados à Amazônia, divulgar destinos novos na pesca esportiva é essencial. Para Adriana, fazer o Amapá entrar na rota da pesca esportiva foi o principal motivo para levar a pauta para a câmara dos deputados, em Brasília.

"Com toda essa ação, esperamos que os pescadores nacionais possam incluir o Amapá como destino para pescar e, também, divulgar um dos peixes mais disputados, que é o Tapon, que pode ser pescado em um lugar específico por aqui", finalizou a diretora de desenvolvimento.

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS