Entidades da pesca esportiva sugerem revisões das normas gerais de pesca no país

A Confederação Brasileira de Pesca Esportiva se reuniu na tarde desta terça-feira (28) com a Secretaria de Aquicultura e Pesca.

Por CBPE - 29/05/2019 em Notícias / Geral

A Confederação Brasileira de Pesca Esportiva (CBPE) se reuniu na tarde desta terça-feira (28) com a Secretaria de Aquicultura e Pesca (SAP). Na ocasião, a entidade entregou algumas demandas do setor de pesca esportiva à instituição.

Entre as demandas estão a revisão de normas para a prática da pesca, com o objetivo de promover a preservação das espécies. Esse pedido está focado na revisão da Instrução Normativa Interministerial número 9, de 2012, que trata das normas gerais para a pesca amadora no Brasil.

Betinho Oliveira, vice-presidente da CBPE, reiterou o pedido para que o limite de captura e transporte de espécies com finalidade de consumo próprio por pescador amador seja reduzido de dez para cinco quilos. “Só podemos praticar a pesca esportiva onde tiver peixe. E para isso, temos que tomar medidas urgentes no país. Com essas ações concretas, garantimos no futuro a preservação de várias espécies”, disse. Além disso, pediu que seja retirada da norma a permissão para levar um exemplar extra de peixe de qualquer tamanho. “O pescador vai sempre escolher o peixe maior e, na verdade, ele está levando o reprodutor, a matriz”, explica Oliveira.

O coordenador-geral de Ordenamento e Desenvolvimento da Pesca Continental, Josué Bezerra de Freitas Neto, disse que a Secretaria de Aquicultura e Pesca vai analisar tecnicamente e encaminhar as demandas para discussão no âmbito dos Comitês Permanentes de Gestão sobre a pesca.

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS