Aprenda mais sobre a pesca de robalos com Leo Barabás

Apresentador do Pesca em Ação destaca dicas sobre a espécie

Por Alison Mota - 30/09/2020 em Notícias / Geral - atualizado em 01/10/2020 as 14:48

Seguindo a nossa série com dicas técnicas de pesca esportiva, anteriormente foram Kid Ocelos e Lawrence Ikeda os professores, agora chega a vez de Leo Barabás, apresentador do programa Pesca em Ação, trazer as suas estratégias. Como Leo é um apaixonado pela pescaria do robalo, e na atração da Fish TV já capturou várias vezes esse peixe, decidiu dedicar os ensinamentos dessa matéria para a espécie.

Espécies e localização

O robalo está presente de norte a sul no Brasil, sendo um dos peixes mais buscados na pesca esportiva. Segundo Leo, é encontrado em mares, mangues, rios e lagoas, com doze espécies diferentes em todo o mundo, sendo seis delas encontradas em nosso país. “São duas as principais espécies encontradas em nosso litoral. O robalo-flecha (centropomus undecimalis) possui corpo mais alongado, a linha lateral mais acentuada e a parte inferior da boca mais protuberante, podendo chegar aos 30 kg. Já o robalo-peva (centropomus paralelus) é menor, com sua linha lateral mais clara e corpo mais curto, chegando até 5 kg”, conta.

Modalidades e técnicas

Com relação as iscas, Leo conta que diferentes são as formas e modalidades que podem ser empregadas na pescaria do robalo. “Você pode utilizar iscas naturais, como camarão e sardinha, mas também é possível usar iscas artificiais, como plugs de superfície, meia água, camarões artificiais e jigs de pena. Resumindo, são muitas as possibilidades”, destaca.

Entre essas formas, ele destaca que a técnica mais utilizada hoje em dia é a do jig head. “É uma modalidade muito eficiente, porém, não vemos o ataque do peixe, mas sim sentimos quando ele toca a isca. Já na pesca com plugs de superfície ou meia água, muitas vezes vemos o exemplar seguindo a isca, refugar o ataque e até mesmo atacando de forma bastante voraz”, relata.

Equipamentos

Sobre quais equipamentos são melhores de usar em cada situação de pesca, confira abaixo a lista que Leo separou:

Varas de 12 a 20 lbs com tamanhos de 5'8 a 6'0 para plugs de superfície e meia água.

Varas de 12 a 20 lbs com tamanhos de 6'3 a 6'5 para pescaria com jigs ou camarões de borracha.

Varas telescópicas de 2,40 m até 3,00 m de 17 a 30 lbs para iscas naturais (as famosas varas robaleiras).

Com essas dicas, agora é a sua vez de colocar em prática o que aprendeu e ir em busca dos robalos no ponto de pesca mais perto de você. Aproveite e assista Leo Barabás no programa Pesca em Ação e entenda como ele aplica todas as informações que passou. Boas pescarias!

Veja a notícia na TV:


Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS