Na Pegada do Fly: “A gente já começa muito bem a 9ª temporada”

Kid Ocelos, apresentador de Na Pegada do Fly, fala sobre as novidades do programa

Por Victória Netto - 17/02/2020 em Notícias / Fish TV

O primeiro programa produzido na Fish TV chega, neste ano, à 9ª temporada. Com estreia marcada para o dia 25 de fevereiro, Na Pegada do Fly já começa com novos ares e com um retorno às origens do apresentador, o ilustrador Kid Ocelos.

Entre diversas novidades que o espectador pode esperar, a primeira é a mudança na logomarca do programa, que foi redesenhada pelo próprio Kid. “Depois de nove temporadas, eu achei que estava na hora. O pessoal dizia ‘vamos fazer, vamos fazer’, e eu disse: ‘vamos, mas eu que cuido de tudo’”, conta.

Como a identidade do Na Pegada do Fly imprime quem é o Kid Ocelos, o resultado não poderia ser diferente: um reflexo das referências do ilustrador, cujas maiores inspirações vêm da cultura hip-hop e das artes marciais.

“Eu resgatei a história dos grafites, porque eu vim desse universo, da dança de rua, e também me inspirei na cultura oriental. Como eu sou um cara muito louco, juntei as duas coisas”, diverte-se, relembrando o processo criativo.

Segundo Kid, a logo precisava se mover. Por isso, ele usou o conceito do círculo zen. “É o movimento, é a pesca. O círculo nunca tá fechado. A parada é que o traço sempre vai ter um corte, saca? Esse círculo não vai ser fechado porque a gente tem o processo de evolução pessoal”, explica.

Na lógica “yin-yang” na qual ele se baseou, o complementar está no nome do programa, que agora tem linhas do grafite. Se liga no processo de criação da logomarca:




E com essa mudança na logo, chega uma nova vinheta da atração, que também vai trazer a estética do Kid.

A Origem da “Pegada”

Com sete episódios já gravados, Kid adianta que a temporada começa resgatando a gênese de tudo. Filho de paraibanos, nascido no Rio de Janeiro, o apresentador morou por 16 anos em Brasília, onde mergulhou no universo do fly na década de 1990. E é lá que ele inicia essa nova fase do programa.

“Vamos ter uma pegada bem retrospectiva do que foi a origem da Pegada do Fly lá em Brasília, o lago em que eu dei meus primeiros arremessos e pesquei o peixe pelo qual eu me apaixonei”, antecipa.


Pescaria de Tucunaré em Brasília, onde Kid conheceu a pesca de fly

Esse início da temporada acontece em torno de pescarias no centro-oeste brasileiro. De Brasília, a equipe partiu para Pirenópolis, em Goiás, e depois à bacia do Rio Araguaia, nas proximidades da Pousada Asa Branca.

Dessas aventuras, Kid dá especial destaque à que viveu em Pirenópolis - uma experiência “faraônica, espacial”, nas palavras dele.

E o ilustrador dá algumas deixas do que vamos encontrar. “Pirenópolis tem uma pescaria muito brasileira, de um peixe muito singular, chamado Pirapitinga do Sul”, revela. E, de acordo com ele, esse peixe, além de raro, “só te dá uma chance de ser pego”, por isso é tão esportivo.


O ilustrador no "cenário faraônico" de Pirenópolis/GO

“Vai ser incrível esse episódio, porque passa em um cenário quase que galáctico”, define, brincando. “Você tem que ver uma cena: eu, o Matheus [cinegrafista], o guia, a gente nadando, Matheus com a mochila nas costas, a câmera dentro, foi fantástico, coisa cinematográfica”, diz.

Mas as aventuras não pararam aí. O destino seguinte foi a Argentina, com uma pescaria de Dourados em Corrientes, no Ingá Lodge Hotel & Spa, e depois na Patagônia, em busca de Trutas.


Captura de Trutas na Patagônia Argentina

Fly e pesca de praia

Como a temporada está apenas iniciando, ainda vêm mais novidades, e Kid adianta que quer explorar outros cenários. “Meu plano é que o Na Pegada do Fly traga bastante água salgada, a pesca de praia é super viva, e eu quero mostrar que é possível pescar de fly no mar”, compartilha.

Além disso, a 9ª temporada chega com quase total revitalização dos patrocinadores. Agora, o Na Pegada do Fly conta com o apoio de Cardume Adventure com sapatilha; EBF Pesca com acessórios de Pesca; Monroy Fly & Nautica com morsa; Quisty com vestuário completo; Repiso Fly Rods com vara de pesca; e Soul Fly Fishing com linha, carretilha, isca artificial, e material para atado.


Na pescaria de Dourados em Corrientes, Kid atou a isca na hora

Sobre as expectativas do apresentador para essa nova fase do programa, Kid Ocelos diz que está animado. “Eu continuo aprendendo há mais de 20 anos, e essa temporada promete bastante. Eu tô bem ansioso para que a gente dê o mega salto, e tá na hora”, conclui.

Você também está empolgado para as novas pescarias com mosca?

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS