Argentina estende quarentena mais uma vez

Apesar de estar difícil de prever uma data, a expectativa das pousadas é que a fronteira entre Brasil e Argentina abra em outubro

Por Laís Vanessa - 11/08/2020 em Notícias / Turismo - atualizado em 12/08/2020 as 11:24

O presidente da Argentina Alberto Fernández, anunciou na última sexta, dia 31, a prorrogação da quarentena no país, que agora deve ir até o dia 16 de agosto, devido ao aumento de casos de Covid-19. Nas últimas semana, o país tinha flexibilizado a quarentena, e diante disso, viu os números de casos crescerem. Para conter o aumento, um novo decreto foi instaurado. Em coletiva de imprensa, Fernández pediu para que a população contribua com essa ação, em prol da saúde. 

A Argentina está em quarentena, desde o dia 20 de março, mas as restrições já haviam sido amenizadas em várias partes do país. A “normalidade” já estava retornando no país vizinho, mas agora, com o novo decreto o país volta a se fechar, e o assunto fronteira entre Brasil e Argentina, pode demorar um pouco mais. “Do jeito que estão as coisas, pelo jeito a fronteira vai demorar um pouco mais para abrir do que a gente imaginava. Há algumas Províncias que têm mais casos que outras, e o Governo não está deixando nem os argentinos passarem de uma Província para outra. Sendo otimistas, acreditamos que talvez em outubro possa abrir, é o que esperamos”, conta Anderson Bastian Sanabria, proprietário da pousada Pesca Argentina, em Paso de La Pátria. 

“Esse novo decreto modifica toda nossa flexibilização. O que proibiram agora, foi as visitas para familiares e amigos. Podemos continuar trabalhando, mas os encontros foram proibidos. Aqui, na Província, até dias atrás tínhamos que pedir autorização para o Governo para viajar dentro da Província para encontros familiares, mas para turismo interno estava proibido. Agora, o Governo voltou atrás, e as visitas aos familiares estão proibidas também. Podemos trabalhar e fazer os serviços essenciais. Os casos aumentaram, infelizmente. Sei, que algumas Províncias que estavam mais flexíveis e tinha autorizado o turismo interno, tiveram que voltar atrás também”, relata Lisandro Trini, responsável pelo Departamento de Promoção Turística de Rosário, na Província de Santa Fé.  

Diante da situação do país vizinho, fica difícil estabelecer uma data para a abertura das fronteiras entre Brasil e Argentina. Um dos assuntos mais discutidos entre as pousadas, operadores de turismo e os pescadores esportivos, que não vêem a hora de voltar a pescar em terras hermanas. A expectativa agora é que outubro possa ser liberado, mas tudo irá depender do andamento da situação dos casos, tanto na Argentina, quanto no Brasil. O jeito é torcer, para os números baixarem e a vacina estar disponível o quanto antes para a população. 

Veja a notícia na TV:


Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS