Loader

Programa Pesqueiro Sustentável atesta que cumprimento de metas ambientais

Pesqueiros de São Bernardo do Campo receberam placas de certificação ambiental através de iniciativa da prefeitura local

Por FishTV - 29/06/2016 em Notícias / Meio Ambiente

"No início estávamos receosos, pois acreditávamos que teria caráter punitivo. Porém, as ações educativas do programa nos mostraram o contrário e, hoje, temos estabelecimentos mais atraentes ao público e somos melhores administradores do que há três anos." A afirmação é de Alexandre Viola, proprietário do Sol Pescarias, integrante do Mapa da Pesca da Fish TV e um dos oito participantes do Pesqueiro Sustentável.


Na terça-feira (28), os estabelecimentos participantes do programa receberam placas de certificação ambiental. No mesmo dia foi lançado o Manual das Boas Práticas do Pescador.O programa, que começou em 2013, tem o objetivo de impulsionar as atividades econômicas de empreendimentos que utilizam recursos naturais do entorno da Represa Billings.

O Pesqueiro Sustentável é parte de um trabalho da Administração municipal para o incentivo ao turismo, que envolve, entre outras coisas, as rotas turísticas e de gastronomia. "Temos um grande potencial para atrair turistas nesses setores e estamos trabalhando para que os serviços já oferecidos sejam sustentáveis e gerem empregos", disse Luiz Marinho, prefeito da cidade.

Por meio da iniciativa, os estabelecimentos foram vistoriados e os proprietários tiveram assessoria técnica e receberam equipamentos para a coleta de resíduos, de linhas e apetrechos de pesca. Também foram feitas palestras sobre manejo do pesqueiro e dos peixes, vigilância ambiental, legislação ambiental, vistorias técnicas em pesqueiros modelo, coleta e análise da água das lagoas e orientação para tratamento das águas, entre outras medidas.

O programa prevê também contrapartidas a serem realizadas por parte dos pesqueiros, como a adequação da infraestrutura, melhor organização do espaço, cuidado com a higiene e limpeza nas áreas de pesca e de alimentação, instalação de mais lixeiras; manutenção de equipamentos já instalados; implantação da coleta consciente de linhas, anzóis e boias; reformas em cozinhas e áreas de limpeza de peixe; padronização de quiosques; instalação de placas de cunho ambiental; retirada de entulhos e materiais inservíveis; tratamento da água que é usada para consumo e o plantio de árvores.

Quanto ao Manual, a diretora do departamento de Gestão Ambiental, Gabriela Priolli de Oliveira, explicou que a ideia é incentivar que os pescadores ajudem a manter as melhorias feitas nos estabelecimentos. "O manual, que será distribuído pelos pesqueiros, traz dicas de descarte de linhas, anzóis, resíduos dos peixes, entre outras", disse.

Faça Download do manual clicando aqui.

MAIS NOTÍCIAS