Loader

EUA corre risco de enfrentar uma mega seca, aponta estudo

A partir de 2050 algumas regiões do país podem passar por um período de 30 anos de estiagem

Por FishTV - 23/02/2015 em Notícias / Meio Ambiente

As emissões de gases podem aumentar radicalmente os riscos de grandes períodos de mega seca nos Estados Unidos, apontou um estudo divulgado pela Nasa.  A pesquisa indica que a escassez de chuvas nas regiões sudeste e planícies centrais podem ser mais longas do que as já experimentadas nos últimos mil anos, podendo enfrentar um período de 35 anos de estiagem.  

Estado da Califórnia já enfrenta séria escassez de chuvas. (Imagem: Reprodução)


Segundo o pesquisador-chefe Bem Cook, "Um tipo semelhante de "anomalia climática" aconteceu na Idade Média, entre os anos 1100 e 1200 que persistiram por 20, 30, 40 e 50 anos de cada vez e foram secas que ninguém na história dos EUA jamais experimentou.".

Secas podem acontecer por conta da combinação da redução das chuvas e o aumento da evaporação da água do solo. (Imagem: Reprodução/Nasa/G1)


O estudo apresenta um risco de 80% de que ocorra uma seca de 35 anos até o final do século, se as mudanças climáticas continuarem acontecendo. "Não estamos necessariamente presos neste alto risco de uma mega seca se tomarmos providências para retardar os efeitos da emissão dos gases estufa nas temperaturas globais.", afirma o pesquisador, que também se diz otimista com a possibilidade de desenvolver estratégias para lidar com o problema. 

Algumas regiões como a Califórnia, já enfrentam uma séria escassez de chuvas, porém a situação é branda se comparada aos períodos de seca da Idade Média. 

Fonte: G1

MAIS NOTÍCIAS