Loader

Empresários do MS buscam ajuda do Governo para preservar os peixes

Setor do turismo de pesca esportiva quer apoio público para implementar apenas a prática do pesque e solte em Mato Grosso do Sul

Por FishTV - 21/02/2018 em Notícias / Meio Ambiente

O Pantanal Sul-Mato-Grossense é um dos destinos mais procurados hoje pelos pescadores esportivos, que são atraídos pela diversidade de peixes da bacia do Paraguai. Empresários do turismo de pesca esportiva da região estão preocupados em manter a capacidade do Mato Grosso do Sul chamar a atenção de turistas do Brasil e do mundo. Por isso, uma das metas do grupo para 2018 é buscar uma aproximação com o Governo Estadual. "A nossa principal pauta é a preservação das espécies. Hoje, a Lei Federal permite o transporte de uma determinada cota de peixes. Mas, nós gostaríamos que se praticasse apenas o pesque e solte no estado", ressalta Joice Santana Marques, proprietária da Joice Pesca &Tur. 

A bacia possui aproximadamente 230 espécies de peixes e a preservação do estoque significa desenvolver ainda mais o potencial turístico da pesca como um esporte. Para Odila Gonçalves, proprietária do Hotel Pesqueiro da Odila, o ramo traz muitos benefícios para a economia. "Mas, para que o setor tenha sustentabilidade e continue crescendo nos próximos anos, precisamos de ações de gestão ambiental. Para isso, percebemos que o apoio e o incentivo do poder público são fundamentais", destaca. 


A empresária Joice participou de uma das gravações do programa Destinos       FOTO: FISH TV


O desejo de Marju Azambuja, proprietária do Passo do Lontra Parque Hotel, é que Mato Grosso do Sul seja conhecido como o "estado da preservação".  "Precisamos trabalhar com campanhas de conscientização para os turistas e moradores. Se proibirmos o transporte de peixes por cinco ou 10 anos, acredito que as pessoas começarão a atender a importância de cuidar do meio ambiente". A ideia dos empresários é apresentar as demandas da área para o governador Reinaldo Azambuja. A reunião ainda não tem data para acontecer. 

MAIS NOTÍCIAS