Loader

Austrália é o país mais afetado pelas mudanças climáticas

Previsão é de secas extremas e até 20% mais longas

Por FishTV - 20/02/2015 em Notícias / Meio Ambiente

Até o final do século a temperatura média da Austrália pode aumentar mais de 5ºC, podendo ser um dos países mais afetados pelas mudanças climáticas. A informação é da Agência Nacional de Ciência Australiana (CSIRO) e do Instituto Bureau de Meteorologia, que chegaram a esta conclusão, após realizar projeções analisando 40 modelos climáticos.
 
Os últimos anos foram os mais quentes já registrados na Austrália, o ano de 2013 foi o mais quente já registrado, sendo que 2014 foi o terceiro. Para os cientistas as altas temperaturas são fruto da emissão de gases de efeito estufa na atmosfera do mundo todo. 

Sidney deverá ter 11 dias acima dos 35ºC em 2090, contra apenas três em 1995.


As projeções realizadas estimam que o interior do país sinta as mudanças mais rapidamente. Por exemplo, a cidade de Alice Springs, no Território Norte, que fica a 576 m acima do nível do mar, deverá ter 83 dias por ano com temperaturas superiores a 40ºC em 2090, contra apenas 17 dias em 1995. Já as cidades costeiras como Melbourne, devem ter, em média, 24 dias acima de 35ºC. O nível do mar também deve subir 82 cm até o final do século. Quadro que pode ser ainda pior caso a camada de gelo da Antártida entre em colapso. 

Uma das maiores preocupações dos especialistas é em relação a grande barreira de corais australiana, uma das mais importantes do mundo. Por ser um ecossistema muito frágil, o aumento de apenas 1ºC nas temperaturas geram graves implicações, sendo que o cenário para o século é ainda pior, a mudança esperada é de 5ºC.


Fonte: Ciclo Vivo

MAIS NOTÍCIAS