Vídeo de pesca predatória de traíras chega até a polícia do Uruguai

Registro foi feito por brasileiros em março deste ano

Por FishTV - 30/04/2019 em Notícias / Geral

Um vídeo feito em março deste ano chamou a atenção das autoridades policiais do Uruguai. No registro, brasileiros acampados próximo de um rio mostram uma quantidade que, segundo eles, se aproxima de meia tonelada de traíras. Conforme o autor do vídeo narra, nunca haviam capturado tantos exemplares na região uruguaia em que estavam. Por conta disso, a polícia do país procura pelos responsáveis da pesca predatória.

As autoridades policiais que comandam a investigação acreditam que a pesca tenha ocorrido no rio Negro, que fica entre os departamentos de Rivera e Cerro Largo. Com isso, não está descartada a atuação de alguém do país na predação.


O vídeo viralizou nas redes sociais com rapidez. O autor do vídeo mostra uma sacola com pelo menos 150 traíras, descrevendo que estão levantando acampamento. Após, vai até uma embarcação que, segundo ele, tem mais de cinco metros. O barco está de ponta a ponta com exemplares do pescado. O homem ainda relata que há mais uma rede para ser retirada da água e, com seus 43 anos de idade, nunca havia visto algo parecido.

Traíra na pesca esportiva

Encontrada nos mais diversos ambientes, a traíra já é muito explorada na prática da pesca esportiva. Voraz como só, a espécie costuma ser o primeiro peixe buscado por praticantes do pesque e solte, como vemos em inúmeros programas da Fish TV.

Já tendo gravado essa pesca no Brasil e fora dele, o apresentador do Na Pegada do Fly, Kid Ocelos, incentiva a repensar ações como as do vídeo. “Trata-se de um peixe divertidíssimo de se pescar, seja com mosca ou iscas artificiais, e em todo o território nacional podemos encontrá-la, de rios até pesqueiros. Esse ato que presenciamos no vídeo é, ao meu ver, um exagero sem precedentes. Se utilizando de artefatos ilegais, essas pessoas não têm noção do impacto causado e o valor desses peixes vivos na natureza para a renovação dos estoques pesqueiros, além das atividades de turismo e lazer. Serão justamente essas pessoas que depredam que irão se queixar amanhã com a falta de peixe”, comenta.

A Fish TV é um canal que defende a pesca esportiva, e acredita que a prática é uma ferramenta de preservação ambiental. Então, pratique o pesque e solte! 

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS