Confira as dicas de pescaria urbana com Zinho Sorocabano

Apresentador do Remos e Rumos simplifica a pesca nos grandes centros

Por Alison Mota - 11/11/2020 em Notícias / Geral - atualizado em 13/11/2020 as 21:13

Nas nossas frequentes matérias sobre técnicas de pesca esportiva, sempre buscamos um conteúdo diferente em cada uma delas, tudo para que você tenha a oportunidade de aprender um pouco mais com os nossos apresentadores e também para escolher qual modalidade que mais lhe agrada. Dessa vez, Zinho Sorocabano, apresentador do programa Remos e Rumos, é quem dará dicas de pescaria urbana, algo que ele pratica com frequência.

Proximidade de casa

Por vezes, não fazemos ideia da quantidade de pessoas que praticam a pesca urbana que, segundo Zinho, é muito acessível por diversos motivos. “Além de acessíveis, são pescarias rápidas, algo que pode ser feito em um único dia ou mesmo em horas. Dando um exemplo pessoal, o rio Sorocaba está a dez minutos da minha casa, então eu consigo pescar durante uma ou duas horas explorando vários trechos diferentes, vários pontos de pesca, podendo voltar rapidamente para o trabalho ou para casa em dias de viagem”, afirma.

Espécies de peixes

Próximo dos grandes centros, variadas são as espécies de peixes que você pode encontrar, mas a mais presente é a traíra. “Ela está distribuída em todo o território nacional, com muitos cursos de águas sendo o habitat dessa espécie, sendo necessário apenas utilizar a técnica correta. Em São Paulo, encontramos muitos  dourados e tabaranas, ainda mais que há rios que passam por um processo anual de repovoamento das espécies nativas, ampliando os cardumes e nos dando possibilidade de capturar bons exemplares de dourados muito próximo de casa”, conta Zinho.

Possibilidades de pesca  

A escolha pela forma como você fará seus arremessos é toda sua, basta planejar como quer encontrar os pontos de pesca. “É possível pescar no barranco ou utilizando um caiaque, que dará mais mobilidade para você explorar os pontos de pesca. A bicicleta também é uma possibilidade para se deslocar pelos pontos, como fiz no episódio cinco da última temporada do programa, facilitando o deslocamento por terra”, lembra Zinho.

Equipamentos adequados

No caso de Zinho, como ele pescou tabaranas e com a estrutura do rio escolhido, precisou encontrar o equipamento adequado. “Nesse tipo de pescaria, procuro usar de varas de 1,70 m, 1,80 m no máximo, para que a ponta da vara não acerte a copa das árvores ou galhos, principalmente quando pescamos desembarcados. Como as tabaranas têm na média dois quilos, podemos utilizar varas de até 17 libras com ação rápida, como a boca dessa espécie é mais dura e preciso de uma fisgada mais eficiente. Eu costumo utilizar iscas de meia água de no máximo 7 centímetros, que funcionam bem com as tabaranas. No caso de uma pescaria de traíras, aí eu recomendo a utilização de iscas que imitam sapos, sempre muito efetivas”, descreve.

E aí, pronto para buscar por um ponto de pesca bem próximo de sua casa? Importante lembrar do período de piracema na sua região. Se quiser saber mais sobre as pescarias urbanas de Zinho, basta assistir ao Remos e Rumos. Boas pescarias! 

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS