Primeiro aquário: quais os melhores peixes para começar?

Confira as dicas de André Longarço sobre as espécies ideais para colocar no seu primeiro aquário

Por Victória Netto - 06/07/2019 em Notícias / Fish TV

Quem se interessa por peixes, já deve ter ouvido falar em aquarismo. A atividade, também chamada de “aquariofilia”, não é nada mais do que criar peixes, plantas e outros organismos aquáticos em aquários ou tanques. 

Seja para estudos, seja porque é um universo bonito ou fascinante, quem tem o aquarismo como hobby precisa garantir que todos os seres vivos dentro desse microecossistema vivam em equilíbrio e possam se desenvolver.

Para isso, o aquarista precisa entender sobre a dinâmica dos peixes que escolheu, seu comportamento alimentar, qual a variação de temperatura ideal para eles, como filtrar a água e qual o seu pH, como higienizar o local, entre tantos outros pontos de atenção.

O primeiro cuidado é sempre com a escolha do peixe. Afinal, é a partir dela que você vai montar o aquário completo: definir o tamanho dele, quantas e quais espécies inserir, que rações comprar e começar o acompanhamento que a água tenha qualidade.

E ninguém melhor para falar sobre o assunto do que o André Longarço, apresentador do programa Aquarismo, da Fish TV,  especialista no tema. Pronto para conferir as dicas?



Apresentador do programa Aquarismo, André Longarço, em episódio da 5ª Temporada. Foto: Divulgação/Fish TV

Qual o peixe ideal?

Não garantir que seus peixes de estimação vivam bem pode ser muito frustrante. Por isso, a primeira dica do André para quem está iniciando é escolher espécies fáceis de cuidar, resistentes e capazes de suportar alguns deslizes comuns no começo, como, por exemplo, a regulagem do pH da água.

Na hora de ir a uma loja de aquarismo, você deve observar primeiro a compatibilidade das espécies. A natureza é sábia e não mantém espécies separadas à toa. Por exemplo, peixes asiáticos, em geral, não devem ser colocados com peixes americanos ou africanos. Por isso, é bom evitar misturar diversas espécies nessa fase inicial, para não correr o risco de unir peixes que não convivem bem.

Outra dica é não comprar vários peixes de uma só vez: compre alguns, vá se aprofundando no tema e complete seu aquário aos poucos. Além disso, se o peixe for de cardume, o ideal é manter ele no “time”, porque ele pode adoecer ou mesmo morrer se ficar sozinho.

Para André Longarço, algumas boas opções são os bettas, tetras, arco-íris e corydoras. A seguir, a gente detalha cada um deles!


Bettas


Foto: Reprodução/Pixabay

O Betta pode ser uma ótima escolha se você quer experimentar esse hobby. Além de não ser muito exigente - come pouca ração, não precisa de um aquário imenso, nem de filtros de limpeza -, ele fica muito bem na solidão. Aliás, é melhor nem arrumar um companheiro - ou companheira  - para ele. Para que esse peixe com fama de brigão viva bem, ele deve se sentir em casa. E como o betta é um peixe asiático, que veio dos arrozais do Tibete, o aquário deve imitar esse ambiente, com algas, pedras e areia.


Tetras


Foto: Reprodução/Pixabay

Estes peixes são incríveis! Cada um dos tetras tem uma beleza única e nova. São peixes cardumeiros, pacíficos e, às vezes, territorialistas. Alguns se sentem muito melhor em aquários plantados. Para acompanhá-los, o ideal são peixes do mesmo tamanho ou um pouco maiores, mas que não os incomodem. Vale lembrar também que nem todos os tetras são compatíveis entre si.


Arco-íris


Foto: Reprodução/Pixabay

Esses peixes, de um colorido particular, são muito pacíficos, rápidos e resistentes. São mais acanhados e podem conviver muito bem com outros peixes, como Labeos, Dânios, Borboletas e Tubarão Pictus. O Arco-íris come na meia-água, mas faz belos ataques na superfície em busca de alimento. Estando em cardumes e num ambiente bem iluminado, com certeza serão uma ótima opção para quem gosta de espécies não comuns e muito, muito bonitas.


Corydoras


Foto: Reprodução/commons.wikimedia

São os peixes-gato da América do Sul que raramente ultrapassam os 6 cm e sempre estão à procura de alimentos no fundo do aquário. Existem centenas de espécies de Corydoras, sendo peixes bem atrativos, e eles vivem até mesmo em água com baixa oxigenação, já que extraem oxigênio da superfície. São peixes gregários, ou seja, que vivem em cardume, e devem ser mantidos em um time numeroso.

Ficou entusiasmado para começar o seu aquário? Então vai aí a nossa última dica: não perca os novos episódios do Aquarismo! A 6ª temporada estreia no dia 28 de julho, às 19h, na Fish TV. Mas se você for assinante do Clube Fish TV, consegue ter acesso aos conteúdos com uma semana de antecedência, em 21 de julho. Agora não tem desculpa - é só começar!

O programa conta o apoio de Ecosys, Onda Aquários, Aquarium Group e Alcon.

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS