Loader

Pesque e solte: mais de 1.500 peixes foram devolvidos no Brasileiro

Importância do peixe vivo e o papel da aquicultura na proteção ambiental foram assuntos em evidência no evento

Por FishTV - 24/11/2015 em Notícias / Competições


As riquezas escondidas nas águas do rio Paraná foram apreciadas e conservadas na abertura do Campeonato Brasileiro de Pesca Amadora Esportiva, realizada em Presidente Epitácio. A estimativa é que os competidores tenham pescado e soltado mais de 1.500 peixes. Fora da represa da Usina Hidrelétrica Sérgio Motta, a proteção ambiental também ficou em evidência em uma atividade organizada pela Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva (Anepe).




Entre as discussões das palestras da II Semana Nacional de Pesca Esportiva, Aquicultura e Proteção Ambiental - que ocorreram no anfiteatro João Brilhando, no Parque da Orla -, estava o papel da aquicultura na conservação da biodiversidade. O pesquisador científico do Instituto de Pesca de São Paulo Eduardo Makoto Onaka falou sobre o conceito da prática, a produção mundial e nacional de pescado e, ainda, sobre a importância da atividade para o meio ambiente. "Além de produzirmos peixes em um ambiente controlado com impacto ambiental mínimo, conseguimos restabelecer populações de espécies ameaçadas de extinção". 

O atleta pescador Bruno Alencar da equipe Eco Green Fishing, considera fundamental a realização de ações paralelas ao campeonato. "Agregar o conhecimento é ótimo. Sabemos de guias da região que ainda não tem o costume do pesque e solte, então esse evento cheio de atrações contribuiu muito para a conscientização da pesca esportiva", ressalta. 

MAIS NOTÍCIAS