Loader

Mais de 2 mil peixes-leão são caçados na Flórida

Autoridades lutam para combater espécie invasora que ameaça os ecossistemas

Por FishTV - 20/05/2015 em Notícias / Meio Ambiente

Mais de 2.000 peixes-leão foram caçados durante o primeiro dia promovido pelas autoridades do estado norte-americano da Flórida, que lutam para combater a espécie invasora que ameaça a fauna marinha da região. Em um comunicado a Comissão de Conservação de Pesca e Vida Silvestre da Flórida (FWC) informou que "o primeiro dia da divulgação e remoção do peixe-leão foi um sucesso". A organização luta contra o animal que se espalhou rapidamente pelo Mar do Caribe e Oceano Atlântico.

Cientistas advertiram que será difícil erradicar o peixe-leão, predador venenoso da família do peixe-escorpião, que não são comidos por tubarões. (Imagem: Reprodução)


Apesar do mau tempo e as fortes rajadas de vento, cerca de 2.400 peixes-leão foram caçados por todo o estado da Flórida, no sudeste dos Estados Unidos. A ação foi realizada no último sábado (16) e será realizada anualmente. Como parte do dia contra o peixe-leão na Flórida, foram realizadas inúmeras atividades, incluindo um festival, onde os participantes testaram a carne do peixe preparada por chefs locais.



O peixe-leão se espalhou para o norte até Massachusetts (nordeste dos Estados Unidos) e no sul foi detectado até no litoral do Brasil. (Imagem: Reprodução)


Reconhecível por suas linhas laranja, marrom e preta, o peixe-leão é nativo do Indo-Pacífico, mas foi introduzido no Noroeste do Atlântico na década de 1980, provavelmente devido ao descarte ilegal no mar, dizem os especialistas. Seus espinhos venenosos afugentam predadores e se alimentam de incontáveis peixes jovens, fora de seu habitat natural se tornam uma ameaça aos ecossistemas. 

Fonte: AFP

MAIS NOTÍCIAS