Loader

Cardume de tainhas é encontrado em arroio de Porto Alegre

Um dos prováveis motivos do comportamento seria a busca por alimento

Por FishTV - 07/01/2015 em Notícias / Geral

O Arroio Dilúvio, em Porto Alegre, reservou uma surpresa aos gaúchos nesta semana: um cardume de peixes foi visto subindo o curso d’água em direção oposta ao Guaíba. Segundo os biólogos da PUCRS Nelson Fontoura e Carlos Lucena, trata-se de centenas de tainhas que entraram no curso do arroio. O provável motivo seria a busca por alimento, já que a espécie come material orgânico do fundo das águas. 

Fato é pouco comum no Arroio Dilúvio em Porto Alegre. (Imagem: Divulgação)


Outra possibilidade é uma mudança no volume de água devido às chuvas que tenha alterado a percepção do cardume e induzido à decisão de subir o arroio. "Com a água turva e quente já dá para perceber que estão em estresse. A decisão de subir é olfativa. Elas perceberam que no arroio havia mais alimento do que onde estavam. Talvez as chuvas possam ter diminuído os poluentes na foz e facilitado essa decisão", afirma Fontoura.

Apesar de tratar-se de um peixe migratório é incomum ver tantas tainhas no Arroio Dilúvio. "A gente ainda não conhece bem o comportamento das tainhas aqui na região. Sabe-se que elas desovam no mar, em Santa Catarina, no outono, depois sobem os rios, como Jacuí, Sinos e Caí, mas não se sabe até onde", explica Fontoura. 
Avalie esta noticia:

MAIS NOTÍCIAS