Onde pescar? Conheça grandes destinos da região Norte e Nordeste do Brasil

Escolha onde pescar nas regiões Norte e Nordeste e explore toda a esportividade do local

Por FishTV - 11/04/2019 em Notícias / Fish TV - atualizado em 17/04/2019 as 14:50

As regiões Norte e Nordeste, conhecidas mundialmente por suas belezas naturais e pela enorme biodiversidade, também merecem destaque pelo potencial da pesca esportiva. 

A incrível fauna aquática abriga uma enorme diversidade de espécies de peixes esportivos. Da magnífica floresta amazônica aos riquíssimos rios costeiros é possível se praticar desde o fly fishing até o baitcasting.

Rio Xingu

Um importante rio da bacia amazônica, o rio Xingu nasce no estado do Mato Grosso, percorrendo mais de 1.600 quilômetros até desaguar na margem direita do gigante Amazonas, no estado do Pará.

O Xingu, além de toda importância estratégica e ecológica que tem, abriga dezenas de espécies de peixes esportivos, como os gigantes de couro, piraíba, jaú, cachara, os trairões e tucunarés.

Esse é o local ideal para quem busca aventura e muito peixe na ponta da linha. E toda essa ação nós podemos ver nas pescarias pelo Pará, com Eduardo Monteiro, à frente do Pura Pesca.


Bacia do Rio Negro

O rio Negro, em confluência com as águas do Solimões, forma o imponente Amazonas, o rio com o maior volume de água do planeta.

As águas ácidas e escuras do Negro, em contraste com as inúmeras praias de areias brancas e com o intenso verde da floresta Amazônica, proporcionam uma beleza cênica singular. E foi nesse extraordinário ambiente que o Pura Pesca foi em busca do embaixador da pesca esportiva do Brasil, o cobiçado tucunaré-açu.

Em uma de suas aventuras, Eduardo Monteiro investe seus arremessos nos lagos centrais do rio Negro, dando muita ação para sua pescaria de tucunarés. Nesse episódio, o apresentador está em um paranã do rio Negro, local com inúmeras enseadas, ressacas e lagos.

Rio São Francisco

Conhecido como “velho chico”, o rio da integração nacional nasce nas altas terras da Serra da Canastra, em Minas Gerais, e percorre aproximadamente 2.800 quilômetros até desaguar no oceano Atlântico entre os estados de Alagoas e Sergipe. 

Esse magnífico delta, onde as águas do rio São Francisco se encontram com o mar, é o habitat perfeito para os esportivos xaréus, pescadas, tarpons e robalos. Conforme descreve o apresentador do programa Pura Pesca, Eduardo Monteiro, o local é extremamente rico, e a pescaria é farta. No quinto episódio da terceira temporada de Pura Pesca, não foram necessários cortes no vídeo, pois os peixes atacavam as iscas a todo momento. “Era muito robalo na ponta da linha e os peixes capturados eram muito grandes”, relata.

Canavieiras

Se você busca por pescaria em águas oceânicas, a região Nordeste também tem um ótimo ponto de pesca. Localizadas na Bahia, as águas de Canavieiras são habitat de diversas espécies, como Wahoo, Xaréu, Cavala, Olho de Boi, Barracuda e Atum, e é possível capturá-las a poucos quilômetros da costa.

Apesar desse local ser a certeza de capturas incríveis com os gigantes do mar, é preciso levar o material adequado e ficar atento à melhor época para a pescaria. Pois apesar da grande variedade de peixes da região e da possibilidade de capturas emocionantes durante o ano todo, entre maio e agosto as condições climáticas dificultam a prática da pesca esportiva.


O programa Pura Pesca conta como apoio de Fishing Co no vestuário; Iscas Yara com iscas artificiais; JF Caiaques; Jogá com acessórios de pesca; Saint com molinetes e carretilhas; Matuto com óculos e acessórios de pesca; Mercury Marine do Brasil com motor de barco; Monster 3x com iscas soft, Owner com anzóis e luva; Redai com varas de pesca; Wakoku com linhas e acessórios de pesca; Governo do Pará.

Quer ficar ainda mais preparado para suas pescarias nas regiões Norte e Nordeste? Confira todos episódios de Pura Pesca no Clube Fish TV.

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS