Campeonato Paulista em Pesqueiros teve duas primeiras etapas classificatórias para a final do CBP

Competição, que ocorreu no fim de semana, classificou mais seis duplas

Por Matheus Ferreira - 17/02/2020 em Notícias / Competições - atualizado em 17/02/2020 as 17:36

O Parque Maeda, que fica na cidade de Itu, em São Paulo, recebeu as duas primeiras etapas paulistas do Campeonato Brasileiro em Pesqueiros no último fim de semana, dias 15 e 16 de fevereiro. A competição teve muita ação, foram 3,5 toneladas de peixes pescados e devolvidos para a água. Um show de pesca esportiva!

O destaque, sem dúvidas, foi o pirarucu gigante que saiu no segundo dia. A dupla Marcelo e Eduardo trabalhou com cuidado para retirar o gigante de 41 quilos da água.  Eles utilizaram um minhocoçu com boia torpedo e conseguiram o maior peixe das primeiras duas etapas. “Para pegar o pirarucu, tínhamos todas as iscas que possivelmente poderíamos pegá-lo. Não somos muito de pescar esse peixe, então estudamos iscas, técnicas, tudo que poderia nos ajudar. Quando fisgou, não sabíamos se era pirarucu pois a isca que estávamos usando os tambas estavam comendo bastante. Mas quando senti o peso, o nado mais lento do peixe caracterizando o pirarucu, o coração foi na ponta da linha. No momento que vimos o tamanho, a sensação é inenarrável. Uma felicidade que não cabe dentro do corpo”, conta, emocionado, Eduardo.  


Batman e Robin, já classificados para a final através do Campeonato Paranaense em Pesqueiros, do qual também participaram, faturaram o primeiro lugar do segundo dia. “Os pescadores esse ano estão vindo muito preparados. A nossa missão era ganhar um troféu, pois era a nossa última etapa. Bastava estarmos entre os três e graças a Deus conseguimos nosso objetivo”, comenta Glauter.

A classificação de Batman e Robin abriu mais uma vaga, que deu a classificação para Alemão e Marcão, que ficaram com a quarta colocação. Marcão conta como foi a emoção inesperada de conquistar a vaga. “A emoção no final, quando descobrimos que estávamos classificados, não tinha nem palavras pra descrever a alegria naquela hora”.

Ao todo, foram 3,5 toneladas de peixes pescados nas primeiras duas etapas paulistas – no primeiro dia foram 1,6 toneladas e no segundo foram 1,85. E a classificação final ficou assim:

 

Classificados 15/02

1º lugar: Eder Berchior e Gustavo Vaz

Peso: 78,3 kg

2º lugar: Jaia e Djalma

Peso:  74,5 kg

Maior Peixe: Tesouro e Denão Cola

Peso: 19,6 kg

 

Classificados 16/02*

2º lugar: Mateus Campos e Alessandro  

Peso: 100,3 kg

3º lugar e maior peixe:  Marcelo e Eduardo

Peso: 99,38 kg

4º lugar: Alemão e Marcão

Peso: 94,9 kg

*Adriano e Glauter obtiveram a primeira colocação, porém já estavam classificados através do Campeonato Paranaense em Pesqueiros.

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS