Loader

223 embarcações participaram do Campeonato em Epitácio

Para amenizar a emissão de gases do evento foi realizada uma ação de plantio de mudas de árvores

Por FishTV - 24/11/2015 em Notícias / Competições


O parque "O Figueiral", ponto turístico de Presidente Epitácio, em São Paulo, nunca teve um cenário tão diferente como no dia 21 deste mês, quando recebeu a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Pesca Amadora Esportiva. Logo cedo da manhã, as águas da represa da Usina Hidrelétrica Engenheiro Sérgio Motta, no rio Paraná, ficaram lotadas com 223 embarcações dos atletas pescadores que participaram da prova. 


Foto: Renato Moreira



Mas, como qualquer outra atividade humana, o evento emitiu poluentes. Pensando em neutralizar o gás carbônico lançado na atmosfera que a Associação em Defesa do rio Paraná, Afluentes e Mata Ciliar (Apoena) realizou uma ação com 90 alunos do Sesi: o plantio de cerca de 150 mudas de árvores nativas. "Elas tem a capacidade de absorver o carbono e devolver oxigênio para a natureza. Escolhemos, ainda, espécies que são importantes para a alimentação dos peixes", explica o presidente da Apoena, Djalma Weffort. 

O diretor do Sesi de Presidente Epitácio, Omar Augusto Miquinioty Junior, ressaltou a importância da inciativa para a educação dos estudantes. "Eu acredito que um evento como esse mostra para os jovens a relevância desse reflorestamento. Assim trazermos oxigênio para o nosso planeta e vivemos por muito mais tempo". 

Uma relação entre a atividade e a competição de pesca esportiva foi feita pelo aluno Theo Peixoto. "Mostramos que podemos conciliar as duas coisas: a produção dos seres humanos e a proteção do meio ambiente", ressalta. A expectativa é que essa ação da Apoena, que foi organizada pela Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva (Anepe) na II Semana Nacional de Pesca Esportiva Aquicultura e Proteção Ambiental, continue acontecendo em outras etapas do Campeonato Brasileiro. 

MAIS NOTÍCIAS