Você já viu um peixe budião?

Projeto Budiões tem como objetivo elaborar uma base de dados que ajude no mapeamento e monitoramento da espécie

Por Laís Vanessa - 31/08/2020 em Notícias / Meio Ambiente - atualizado em 31/08/2020 as 11:02

O budião, também conhecido como peixe-papagaio, é uma espécie importante para conservação e proteção dos recifes. Com isso o Projeto Budiões, que nasceu há alguns anos, hoje conta com o Patrocínio Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental, que possibilitou novas perspectivas e ações para a conservação, educação ambiental e pesquisa científica nos locais e comunidades de sete estados: Bahia, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco, Alagoas, Maranhão e Rio Grande do Norte, que fazem parte da área de atuação do Projeto. 

 

A iniciativa tem como objetivos: elaborar uma base de dados que ajude no mapeamento e monitoramento da presença das espécies; produzir conhecimento científico sobre a história de vida destes peixes; descrever a atividade pesqueira voltada aos budiões nas áreas de atuação do Projeto, empregando monitoramento de desembarque de base comunitária; sensibilizar jovens e adultos sobre a importância dos budiões para os habitats coralíneos, através da formação de professores multiplicadores e da formação de agentes de turismo locais como multiplicadores ambientais; incentivar o desenvolvimento junto às comunidades envolvidas através de atividades esportivas como o turismo subaquático, promovendo a capacitação para o turismo de base comunitária e subsidiar políticas públicas.

 

O programa também está chamando pessoas que queiram ajudar no mapeamento e monitoramento da espécie em vários locais do litoral brasileiro, ampliando o conhecimento científico sobre a espécie. Quem quiser colaborar, seja mergulhador, pescador, ou turista que costuma visitar ambientes recifais, pode enviar o registro da sua avistagem de um budião através do site do Projeto

 

Sobre o peixe 

 

Os budiões, ou peixes-papagaios, são peixes que pertencem a Tribo Scarini, da Família Labridae, composta por aproximadamente 100 espécies, distribuídas em 10 gêneros. No Brasil são conhecidas 10 espécies. 

 

Os peixes são herbívoros e habitam ambientes recifais entre o Sudeste e Nordeste do Brasil. São fundamentais para o funcionamento dos ecossistemas recifais, pois controlam o crescimento das algas, permitindo o crescimento dos corais.

 Veja a notícia na TV:


Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS