Loader

BAIXAS TEMPERATURAS EXIGEM MAIOR CONTROLE NO MANEJO DE PESCADOS

Entre as alternativas está o uso de soluções com base em aditivos nutricionais.

Por FishTV - 21/08/2017 em Notícias / Meio Ambiente

Para que os peixes não sofram durante o inverno, é essencial ter um planejamento anual para estabelecer estratégias focadas em manter a regularidade no desempenho da criação. Um dos pontos importantes para atingir bons resultados é ficar de olho na nutrição dos exemplares. Entre as opções de suplementação estão as rações de fonte proteica, ideais para que o desenvolvimento dos pescados não seja afetado durante os meses mais frios do ano.

Os produtores também devem ficar atentos a circunstâncias não controláveis da produção, como por exemplo, a temperatura da água. "Durante o inverno, em algumas regiões brasileiras as temperaturas da água ficam abaixo de 18ºC, com isso o metabolismo animal diminui, afetando o apetite e, consequentemente, o consumo de ração. Além disso, algumas doenças bacterianas, como no caso da Franciselose - uma doença infecciosa causada por bactéria- que podem surgir em temperaturas entre 18 e 24ºC, estão cada vez mais comuns nas regiões brasileiras", explica a zootecnista e gerente da Alltech do Brasil, Mariana Midori.

Vale lembrar que contar com o apoio e bom acompanhamento de um técnico responsável, zootecnista ou veterinário também faz toda a diferença. Os profissionais especializados sabem exatamente como proceder durante o período de inverno, em que os animais estão ainda mais frágeis e com o sistema imune suscetível a doença. 

Foto: Divulgação
Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS