Coronavírus: o impacto no setor da pesca e orientações para os pescadores

Recentemente a Argentina fechou as fronteiras e as viagens estão sendo remarcadas

Por Matheus Ferreira - 19/03/2020 em Notícias / Geral - atualizado em 19/03/2020 as 10:47

O surto do COVID-19, o Coronavírus, iniciado em Wuhan na China, colocou o mundo em alerta. Até o momento são mais de 529 casos confirmados do vírus no Brasil e cerca de 7 mil mortes no mundo. Os impactos na pesca esportiva começam a ser notados. 

Nesta semana, a Argentina fechou as fronteiras e as operações de pesca que promoviam viagens para lá já sentem as mudanças.  “A diminuição é notável, com certeza. Todos estão muito preocupados com o futuro do COVID -19, não só nas operações de pesca, mas em todos os setores que trabalhamos em nossa agência. Mas, precisamos torcer para que a situação dessa pandemia seja controlada o mais rápido possível”, comenta Alexandro Zarth, proprietário da operadora de turismo de pesca, CobrasPesca.

Priscila Damassa, administradora de operações para pousadas na Argentina e Brasil, ressalta que muitos estão preferindo remarcar as viagens. “Tivemos que remarcar as pessoas que estavam para ir essa semana e na semana que vem, mas ninguém cancelou, só remarcou”, conta.


Não esqueça os cuidados que devem ser tomados: 

- Lave frequentemente as mão utilizando água e sabão ou, caso não haja possibilidade, com álcool gel 70%.

- Quando tossir ou espirrar cobrir a boca e nariz com o braço, não com as mãos. 

- Mantenha distância de cerca de um metro e meio para conversar com as pessoas. 

- Mantenha os ambientes ventilados. 

- Evite tocar os olhos, nariz e boca.


A Fish TV, pensando na conscientização da população e dos pescadores, aderiu à campanha de combate ao Coronavírus do Governo Federal. Na programação, será veiculado o vídeo abaixo várias vezes ao dia. Também estão sendo orientados e recebendo todo o suporte necessário às equipes que viajam para as gravações. 



Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS