Betinho Ensina: amora para capturar diversos peixes

Aprenda a técnica do Betinho para atar essa isca

Por Betinho Oliveira - 18/03/2020 em Notícias / Geral - atualizado em 18/03/2020 as 13:07

É uma fruta de origem asiática que se adaptou muito bem ao Brasil. Bastante popular em praticamente todos os estados brasileiros, pode ser encontrada nos quintais, parques, jardins e bordas de lagos.

Por ter um fruto muito apreciado pelos pássaros, ela é largamente utilizada nos projetos paisagísticos para atraí-los.

Fruta rica em antocianinas, substância antioxidante que combate os radicais livres e previne contra o aparecimento de algumas doenças.

Esta espécie que imitaremos artificialmente é a amora negra (Morus nigra). É uma árvore que pode chegar a dez metros de altura, seus galhos são finos e longos e suas pequenas frutas variam da cor verde, passando pelo rosa e pelo vinho até chegar ao preto, quando está madura.


Pela fragilidade da árvore, quando garoto sempre tive dificuldade em subir nos frágeis galhos da amoreira. Sempre quebravam. Descobri que ao chacoalhar caia somente as maduras.

Recentemente a amora ganhou destaque nos noticiários sobre os benefícios do chá feito da sua folha, mas, neste caso, trata-se da amora miúra, outra espécie.

MATERIAL


  • Chenille fino (vermelho, rosa, roxo, marrom, preto)
  • Cactus chenille (rosa, transparente, vinho, marrom)
  • Miçangas (rosa claro, rosa, vinho, marrom, preto ou roxo)
  • Linha de atar (transparente)
  • Monofilamento 0,23 mm
  • Anzol 6 a 12 (conforme o tamanho da isca)

Dica de novo material: as miçangas já estão presas.


Como fazer

1º Passo: preparo das miçangas para o corpo.

Coloque as miçangas no monofilamento. Utilize uma agulha de costura bem fina. Faça vários colares de miçangas nas cores que você pretende usar. Amarre as extremidades para não perder o trabalho.


2º Passo: Prenda o chenille na curva do anzol e leve a linha de atar para a frente. Enrole o chenille na haste do anzol até o olho e amarre.


3º Passo: Faça um nó na ponta do monofilamento com as miçangas e prenda-o próximo ao olho do anzol. Dobre sobre o dorso do anzol com umas 8 ou 9 miçangas. O suficiente para preencher o espaço desejado. Leve a linha de atar em direção a curva do anzol prendendo cada bolinha e amarre o conjunto.


Comentário: Mesmo que fique espaçado não se preocupe porque ao final será preenchido com o cactus chenille.

4º Passo: Dobre novamente o conjunto de miçangas ao lado do anterior e repita o reforço com a linha de atar.


5º Passo: Repita a operação mais duas vezes de forma que o anzol fique com quatro conjuntos de miçanga: por cima, dos lados e por baixo. Finalize prendendo bem o monofilamento antes de cortá-lo.

Se você seguiu todos os passos a finalização ocorreu no olho do anzol.


6º Passo: Prenda a ponta do cactus chenille e vá enrolando sobre as miçangas. Procure fazer um zigue e zague entre as bolinhas para dar o efeito dos pelinhos da amora.

Dica: Evite o perfeccionismo na colocação das miçangas já que a fruta dificilmente é bem uniforme.


Pescaria e Considerações

Esta é uma isca para pescar em lagos ou rios onde a fruta faça parte da alimentação dos peixes. Pacus, matrinxãs, piraputangas, piracanjubas, piaus e tilápias adoram a frutinha.

Criei esta isca para utilizar com equipamento de fly, mas nada impede que ela seja utilizada numa varinha telescópica ou de bambú. Basta arremessar onde a fruta está caindo e deixar afundar que os peixes pegarão durante a descida.

Ao fazer sua isca procure adequá-la ao tamanho do peixe que está se alimentando. Porque de nada vai adiantar você confeccionar uma isca pequena num anzol nº 14 (pequeno) e querer fisgar pacus de 3 a 5 kg. Fatalmente o anzol não aguentará.

Por outro lado, não faça as amoras do tamanho de uma jaca que os peixes não gostarão dela por ser muito diferente da original.

Todos os materiais para confeccionar esse atado estão disponíveis na minha loja, Betinho Fishing & Adventures. Se houver qualquer dúvida, pode entrar em contato comigo pelo e-mail betinhoflyeco@uol.com.br ou telefone 11 3819-8424 e ver mais dicas minhas no site www.betinhofly.com.br

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS