Loader

PROJETO REALIZA AÇÃO DE LIMPEZA NO RIO DOS SINOS

Atletas fazem parte de grupo gaúcho de canoagem

Por Alison Mota - 30/10/2018 em Notícias / Geral

O principal curso de águas que abastece a região metropolitana de Porto Alegre é o rio dos Sinos, que sofre com o descaso e poluição de seu leito. Porém, há um grupo que o utiliza para a prática de esportes, e para realizar a pleno a atividade, costuma fazer a limpeza do local. No dia 29, os atletas do projeto Canoagem na Escola, de São Leopoldo, se uniram para recolher os tantos detritos encontrados, contando com o apoio de voluntários da empresa SAP, que limpavam as margens.

Por mais que esse tenha sido um grande mutirão de limpeza, a coordenadora do projeto de canoagem, Daniela Maioli, diz que é preciso haver limpeza constante para a plena prática com os caiaques. “Há muitos resíduos de todo tipo, o que nos complica, sendo necessária a limpeza antes mesmo de entrarmos no rio para a prática. Como às vezes encontramos muita sujeira, não conseguimos esperar por uma grande ação”, conta.

A coordenadora do grupo de responsabilidade social da empresa SAP, Andressa Fridrich, conta que, no mês de outubro, diversas são as atividades que os voluntários da empresa podem participar, como essa ação. “Fizemos essa parceria com o projeto Canoagem na Escola para ajudar nesse mutirão de limpeza do rio dos Sinos, sabendo da importância da atividade. Assim, convidamos nossos funcionários para participar dessa ação”, comenta.

Para saber mais:

O projeto Canoagem na Escola recebe alunos da rede municipal de ensino da cidade de São Leopoldo, trabalhando para auxiliar na formação de cada integrante do grupo desde 2006, mantido pela Secretaria Municipal de Educação da cidade. A partir do momento que os alunos entram no projeto, não podem mais ter faltas na escola, nem reclamações sobre mau comportamento ou notas baixas. É a disciplina escolar que os mantém no projeto.

Além do projeto Canoagem na Escola, há a Associação Leopoldense de Ecologia e Canoagem (ALECA), que recebe os alunos destaque do projeto, fundada em 2011. Como fazem seus treinamentos no rio, conseguem desenvolver trabalhos de velocidade, o que levou a equipe a participar de seu primeiro campeonato brasileiro, em 2010, voltando de lá com duas medalhas. A ALECA inclusive teve alguns de seus alunos representando o Brasil em campeonatos mundiais de variadas modalidades ao longo de sua existência.

 

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS