Governador de Corrientes libera o retorno da pesca

Medida tem causado diferentes opiniões entre os empresários do setor

Por Laís Vanessa - 13/06/2020 em Notícias / Turismo - atualizado em 15/06/2020 as 14:34

O governador Gustavo Valdés, da Província de Corrientes, na Argentina, cedeu às pressões e liberou o retorno da pesca comercial e esportiva. A medida porém, só vale para dentro da Província, já que ainda não é permitido a circulação de pessoas de outras localidades. A medida anunciada por Valdés não agradou a todos, visto que o rio Paraná não se encontra em seu nível ideal, apesar da crescente dos últimos dias. 

Para Jorge Gergoff, proprietário da Cabaña del Monte, em Yahapé, esse não seria o momento ideal para liberarem, pois o rio ainda não se encontra em bom estado. “Estamos conversando com associações e parceiros para ver o que podemos fazer em relação à isso, pois acredito que seja prejudicial ao rio nesse período”. 

Anderson Bastian Sanabria, proprietário da pousada Pesca Argentina, em Paso de La Patria, também acredita que esse não seria o momento ideal. “Pra gente não é bom, visto que o rio ainda está baixo. O ideal seria esperar ao menos um mês a mais, mas pelo jeito o Governo e a economia não aguentaram a pressão e acabaram voltando”, conta. 

O retorno da pesca dentro da Província e somente para a Província, tem dado o que falar. As pressões para o retorno foram grandes, devido a crise na economia e das pessoas que dependem dessas atividades para viver. Porém, o fato de que o rio ainda não se encontra em seu nível ideal, desagradou, principalmente os operadores de turismo de pesca esportiva que, acima de tudo, buscam a preservação e conservação do rio Paraná para que possam oferecer uma experiência inesquecível de pesque e solte. Enquanto isso, a fronteira entre Brasil e Argentina segue fechada, as expectativas é para reabertura a partir de agosto. 

Veja a notícia na TV:


Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS