Ações solidárias dentro da pesca esportiva crescem

Paraná e Sul da Amazônia desenvolveram campanhas para ajudar entidades e ribeirinhos

Por Laís Vanessa - 28/07/2020 em Notícias / Geral - atualizado em 29/07/2020 as 13:50

A pesca esportiva vem se envolvendo cada vez mais em ações solidárias para ajudar aqueles que estão necessitados, principalmente durante esse período de pandemia. Diante disso, o famoso Torneio Tucuna Solidário, que ocorre no Paraná, teve que se adaptar à nova realidade para continuar seguindo seu objetivo de ser um torneio solidário e ajudar pessoas.

José Almeida, organizador do evento, resolveu se adaptar e criou com seus parceiros, o Desafio Virtual Amigos Solidários. Ao todo, foram 30 equipes participantes, e por ser virtual, o torneio não teve local de largada fixa, nem hora. Cada equipe foi do seu jeito, desde que as capturas fossem realizadas na represa Capivara, que abrange tanto cidades do interior de São Paulo, como norte do Paraná.  As equipes também utilizaram a régua oficial de medição do evento. Eles pegavam o tucunaré, mediam o peixe, gravavam a medição e depois enviavam para a organização. Cada equipe contribuiu com 200 reais, convertidos em ações solidárias. 

De acordo com o diretor do projeto José Almeida, a ação virtual conseguiu arrecadar seis mil reais com as doações das equipes e cerca de R$ 2.150,00 com a colaboração de amigos e lojas que trabalham com a pesca esportiva, na cidade de Londrina e Arapongas. “Dividimos esse valor para ajudar várias entidades. Três mil foram destinados para a compra de um leite especial para a Heloísa, da cidade de Cambé, que têm apenas três meses. Outros três mil foram para ajudar a APS Down, na compra de 32 cestas básicas e 32 kits de limpeza. Os 2.150,00, foram usados para a compra das réguas oficiais. Para os lares SEPS de Londrina e Lar da Paz, de Primeiro de Maio, foram efetuadas compras de fraldas geriátricas”, conta. 


O diretor ainda comenta a agilidade e ajuda de todos os diretores envolvidos na prova solidária. “Meus amigos e diretores do evento, trabalharam duram para o sucesso da ação, somos um time, eu, Hussein Samir, Bruno Pierotti, Fernando Shiozawa, Maicon Melchor e Marcelo Bulla. A partir da solicitação de ajuda para a Heloísa e para a APS Down foram necessários apenas 12 dias para fecharmos todas as doações e iniciar o desafio. Fato raro de ocorrer, organizar tudo isso em tão pouco tempo. E com regras criteriosas de aferição, manejo com o tucunaré e respeito às leis em todas as esferas, sejam referentes a pesca e até mesmo para a Covid-19”, lembra. 

Já mais para cima, no norte do país, a Campanha Cesta Solidária fez a alegria das famílias ribeirinhas. Reiri Ribeiro, proprietário das pousadas Acari e Aripuanã, no Sul da Amazônia, reuniu amigos e clientes e conseguiram levantar um valor para adquirir 100 cestas básicas com kits de limpeza e higiene para as famílias ribeirinhas dos rios Aripuanã, Acari e Arara. “Estamos muito contentes em poder fazer essa ação para ajudar aqueles que mais precisam, principalmente nesse momento de pandemia, situação onde todos foram afetados, em especial, o turismo de pesca”, conta. 


Outros projetos solidários dentro da pesca, estão ocorrendo paralelamente, se você que está lendo, souber de algum outro, que ainda não noticiamos, entre em contato com o Jornalismo da Fish TV.  Ajudamos você a ajudar quem mais precisa nesse momento. 

Veja a notícia na TV:

 

Avalie esta notícia:

MAIS NOTÍCIAS