Loader

Este vídeo é conteúdo exclusivo para assinante.

Entrar
Ainda não é assinante da FishTV? Assine agora.
    A saga tucunaré vazzoleri 1 ª TEMPORADA - EPISÓDIO 2

    Gaba segue sua jornada em busca do tucunaré vazzoleri. A procura pela espécie não é fácil. O cansaço, as noites mal dormidas e o calor escaldante da Amazônia são fatores que complicam a pescaria, mas que não impedem de seguir seu destino rumo à Meta!

    RELATO DO EPISÓDIO

    Depois de receber a primeira meta, o desafio estava apenas começando. Além de precisar navegar os rios e igarapés em busca do peixe que era meu objetivo, precisava aprender a conviver com as dificuldades da vida na floresta. Para bater a meta, até mesmo a hora do repouso passa a ser um desafio: seja na rede ou no barco, tudo é complicado, fazendo com que eu não consiga dormir à noite. Virando de um lado para o outro, vendo as horas passar e a necessidade de descanso aumentar, não encontro nenhuma posição confortável. No final das contas, acabei sendo vencido pelo puro cansaço. Exploramos diferentes locais de pesca, com águas rápidas e paradas, com estrutura subaquática ou não, mas estava difícil: a meta não iria ser batida facilmente. Mesmo acordando cedo e fazendo uma grande viagem pelos pontos de pesca, conseguimos apenas fisgar um peixe para o almoço. Como em qualquer luta, a nutrição é uma parte bastante importante da preparação, e uma boa refeição com a proteína do peixe e o carboidrato da farinha trazem toda a energia necessária para um dia de combate. Depois de muito esforço para transpor um igarapé, que foi indicado por um ribeirinho, e chegar até uma lagoa, o lugar não parecia prometer muito, pois o primeiro peixe não era grande. Mas foi só ter paciência que os exemplares começaram a aumentar, quando chegou o peixe que pensei que seria o meu alívio. Um grande macho que eu pensei que seria a meta, mas que ficou 400 gramas abaixo do necessário. A decepção de chegar tão perto e ainda assim não conseguir foi um verdadeiro balde de água fria, mas eu não iria desistir jamais, meu espírito de lutador não poderia deixar isso acontecer. Segui arremessando, até que outro grande exemplar atacou a minha isca. Ele rebojava, saltava alto, um verdadeiro espetáculo, mas o que importava hoje não era a festa, era o tamanho. Não tem outra forma de dar o resultado: mais de seis quilos, meta conquistada! Quais serão os desafios daqui para a frente? A adrenalina só vai aumentar e atingir um objetivo dá um ânimo novo para mim e para meu guia.

    Ler tudo... Esconder...

    Vídeos recentes / Exclusivos

    Episódios recentes / Programas