Loader

Este vídeo é conteúdo exclusivo para assinante.

Entrar
Ainda não é assinante da FishTV? Assine agora.
    A busca incessante pela pirarara 1 ª TEMPORADA - EPISÓDIO 4

    Gaba segue sua jornada em busca da pirarara. As condições para a pescaria não são as mais propícias. O calor, o cansaço e a saudade de casa, são os companheiros inseparáveis de Gaba na busca pela sua meta em águas amazônicas.

    Peixes:  

    Gravado em:

    Mapa da Pesca: Mapa da Pesca

    RELATO DO EPISÓDIO

    Mais um dia e a busca pela pirarara segue firme, está difícil de encontrar pontos para pescar e eu resolvo mudar de estratégia. Arrisco algumas tentativas estando desembarcado, parando em uma pedra e arremessando em um poço próximo. Um peixe começa a tomar muita linha, fazendo a carretilha cantar alto. Foi uma corrida forte, parecia que ia ser uma briga longa, mas a linha estourou e eu perdi o peixe certo, por estar pescando da maneira errada. Se eu estivesse no barco, certamente poderia deixar a embarcação correr, ganhando na hora da briga e evitando que a linha ficasse muito esticada, mas não deu. Sigo na luta em busca da meta. Esse dia foi um festival de jundiás, com brigas que surpreendiam, pois até mesmo pequenos exemplares possuem muita força. Eles não eram o meu objetivo, mas me deixam a postos para a briga com a matriz de pirarara que preciso fisgar. A noite chegou e dessa vez optei por seguir pescando, para aproveitar o horário que os grandes bagres se alimentam. Apesar disso, não tive resultado nas primeiras horas, o que vai minando o ânimo e a disposição tanto minha quanto do Ludogero, meu guia. Decido passar a noite inteira pescando, para ver se consigo mais ações, pescando bem próximo à margem, liberando meu parceiro para dormir e renovar as energias. A noite passou e a meta não veio, mais uma vez. Mas as pirararas foram batendo e aumentando com o passar das horas. Eu sabia que a meta iria ser conquistada e que não deveria demorar. Exploramos uma corredeira de nome assustador: a corrida do varadouro do inferno. A viagem era difícil e as pedras muito afiadas, mas valeu a pena, pois ali perto encontrei um ponto promissor. Alguns arremessos, uma longa briga e, aí sim, meta batida! Uma pirarara de 1,20m cravados, exatamente o que eu precisava para bater a meta e seguir a viagem. Agora me resta descobrir qual será o próximo desafio.

    Ler tudo... Esconder...

    Vídeos recentes / Exclusivos

    Episódios recentes / Programas